Visitantes

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Exemplo de como escrever um diário de Leitura

15 de agosto de 2017

Gosto muito de histórias com detetives, o mistério entorno de um crime, descobrir as pistas através da observação, o clima de “todo mundo é suspeito” e tentar descobrir quem cometeu o crime, antes do final do livro. Sou fã do Conan Doyle, escritor que criou o famoso detetive Sherlock Holmes, mas nunca havia lido Agatha Christie.
Sempre tive boas referências, mas não havia lido. Comecei minha leitura hoje, li os três primeiros capítulos. Achei um pouco descritivo, mas isso me ajuda a “visualizar” as cenas e os personagens, mas me deixa ansiosa porque quero saber como o será o assassinato.
Estou curiosa para saber qual é a relação de Mary com o coronel Arbuthnot, será que ela tem um caso com um homem tão mais velho? Não combina com uma mulher tão independente...
Gostei das expressões em francês, vou passar a usar uma “Voilà ce qui est embêtant”, “isto é um aborrecimento”.
Embora esteja só no 3º capitulo já sinto o clima esquentar... amo as descrições relacionadas ao país de origem de alguns personagens... italiano falando alto, americano reclamando etc.
Algumas palavras que talvez meus alunos não sabiam como : concierge – recepcionista, peremptório – definitivo, decisivo. Ou ainda as expressões francesas : cher – querido, mais oui – está certo, comme-ça - assim, monsieur – senhor, voilà – é isso, merci – obrigada, Jolie femme – mulher bonita.
Até o momento o livro é narrado em 3ª pessoa.
Ansiosa pelas próximas leituras... Um grito na noite....


23 de agosto de 2017



Nenhum comentário:

Postar um comentário